Elcio Miyazaki
  •  
  • Como é que pode?

    Teatro Frei Caneca

    São Paulo
    quinta-feira as 21h

    "Há 3 Anos em cartaz, com mais de 100 MIL espectadores"

    "Prêmio Fita, Melhor Espetáculo de Comédia"

    Patrocinio
    Bradesco Seguros

  •  

 

Quem sou

Então, vou falar um pouco de mim. Sou carioca, nasci em 1985 e comecei a atuar e fazer mágicas com 10 anos de idade. Aos 12 anos já era o mágico profissional mais jovem do Brasil, formado pelo CBI (Círculo Brasileiro de Ilusionismo). Além dos meus shows em festinhas, fazia cursos de teatro, sempre gostei de aparecer e achei na mágica um instrumento para estar fazendo minhas graças. Rs...

Com 16 anos, fui ao "Programa do Jô" por ser o mágico mais jovem do país e ter um estilo de apresentação diferente. Por isso, comecei a ficar um rosto mais conhecido e a partir daí passei a realizar meus shows com foco no público corporativo. Percebi que o meu diferencial sempre esteve no estilo em que apresentava minhas mágicas, com muito humor, despojado e usando improviso e interatividade com a plateia. Hoje, já tenho mais de 15 anos na arte de entreter, seja com humor, mágica, atuando ou tudo junto e mais de 10 anos de experiência com os mais diferentes públicos corporativos, apresentando espetáculos de stand up comedy com mágicas, palestras sobre diversos temas envolvendo mágicas cômicas, mestre de cerimônias, shows personalizadas para promoção de produtos, entre outros formatos de apresentações.

Como ator e comediante, participei de várias campanhas publicitárias: Skol, Tim, Fanta... Atuei como apresentador do programa “Futura Profissão – Artes gráficas”, do Canal Futura, fiz participações em algumas novelas como “Salve Jorge” e hoje integro o elenco do programa humorístico "Zorra Total”. Também estou em cartaz com meu espetáculo solo de humor “Como é que pode?”.

Nesses anos de carreira, participei de diversos programas de TV, entre eles: “Domingão do Faustão”, “Programa do Jô” (por 2 vezes), “Caldeirão do Huck”, “Mais Você”, “TV Xuxa”, “Corujão do Esporte”, “Encontro com Fátima Bernardes”, “Altas Horas” e “Silvio Santos”, “TV Fama”; “Bom Dia & Cia”, “Domingo Legal”, “Superpop”, entre outros, e centenas de apresentações em vários eventos como: Feira da Providência, Circuito Cultural Bradesco Seguros, Festival de Inverno – SESCRJ, entre outros.

Em 2010, fui convidado para me apresentar no aniversário do Presidente Lula, numa festa surpresa, preparada pela família, na Granja do Torto, em Brasília. Foi um marco na minha carreira, tive a oportunidade de me apresentar para o Presidente da República, nunca vou esquecer!

O que mais tenho a dizer? Ah, claro... Sou um apaixonado pelo Samba de Raiz e meu hobby é tocar cuíca em algumas rodas de samba do Rio e portanto, nos esbarramos em alguma por aí.

Espero que gostem do site.

Abraço a todos,
Gabriel Louchard

O que faço

Abaixo, listo alguns diferentes formatos das minhas apresentações, lembrando que alguns formatos poderão ser personalizados a partir do brieffing sugerido pelo cliente. Posso focar nos produtos ou temas propostos, como: motivação, stress, capacidade de liderança, meio ambiente, etc. Geralmente personalizo meu show de "Stand up Comedy com mágicas”, visando atender aos eventos de treinamento motivacionais e de lançamento e promoção de produtos.

STAND UP COMEDY COM MÁGICAS!

Um espetáculo com mágicas e muito humor no estilo stand up comedy. Neste show apresento meus números, costurando com textos com humor e um bate papo com o público sobre situações engraçadas do nosso cotidiano. Acho um dos pontos altos do espetáculo o número da guilhotina: a mágica é apresentada com um convidado da platéia. Na mágica do casaco, tenho o corpo amarrado por um espectador, e em cinco segundos consigo fazer coisas loucas, como me desamarrar, vestir um casaco ou paletó emprestado pela platéia e me amarrar novamente. Durante toda a apresentação, o público participa das mágicas interagindo comigo, e a partir disso, vou improvisando de acordo com a reação de cada voluntário. Garanto a diversão! Para este formato de show, conto com uma equipe de apenas duas pessoas e necessito de estrutura de som e palco.

MESTRE DE CERIMÔNIAS

Um mestre de cerimônias bem diferente, durante esta apresentação, mesclo os textos do roteiro, com intervenções de números de humor no estilo stand up comedy e números de mágicas. Ao apresentar um MC original, mais dinâmico e divertido, o distanciamento com o público é quebrado imediatamente e a atenção da plateia é pega de forma rápida e natural. Muitas vezes, para as minhas atuações como MC, também elaboro todo o roteiro da apresentação.

COMO É QUE PODE?

Quem nunca disse “como é que pode?” Em diversas situações com as quais nos deparamos todos os dias? Como é que pode este trânsito louco? Como é que pode o meu filho nascer japonês? Um misto de surpresa, curiosidade e fascinação brota dessa expressão popular que serve de inspiração para o meu espetáculo.

Diferente da maioria dos shows de ilusionismo, em “Como é que pode?” vou costurando os números de mágica com textos de humor, recursos dramáticos e o uso de vídeos que tornam o espetáculo ainda mais ágil e divertido. Tudo isso dirigido pelo humorista Leandro Hassum. Os textos são meus e de Maurício Rizzo, redator de vários seriados de humor. Entre eles: "A Grande Família”, "Cilada" e "A Diarista".

Nos últimos tempos, a mágica conquistou novos espaços e atingiu outros patamares, artistas como David Blaine, Chris Angel e outros já provaram que a mágica pode ser mais do que, simplesmente, realizar truques, pode se corresponder com outras formas artísticas, como a interpretação, dança, drama, música e humor. “Como é que pode?” vem contribuir com essa evolução da arte ilusionista. Procuro instigar a plateia com questões cotidianas e ao mesmo tempo inusitadas. Integrando ação teatral e números de ilusionismo, a figura do mágico ganha contornos mais humanos do que sobrenaturais e brinca com o público abordando os problemas do dia a dia que todos enfrentamos. Um mágico estressado, por exemplo, pode fazer alguém sumir e depois não conseguir trazer a pessoa de volta por falta de concentração. Nesse caso, seria obrigado a usar o SAM (Serviço de Atendimento ao Mágico) para ajudá-lo a resolver a situação.

“Como é que pode?” é um espetáculo de grande porte, conta com uma equipe de oito pessoas e requer uma estrutura profissional de som, luz e palco. Duração de sessenta minutos.

CLOSE UP!

Cartas, anéis, moedas, guardanapos e outros objetos pequenos são o meu grande trunfo nesse estilo de mágica que possibilita uma total interação com os convidados do evento. Circulo por todo o espaço, fazendo mágicas com cada pessoa ou pequenos grupos. Os convidados, portanto, não param para assistir ao show, mas participam dele, na medida em que há total interação. Para as apresentações, com duração média de noventa minutos, não é necessária nenhuma estrutura: cenário, palco, som, etc. Acredito ser um entretenimento ideal para coqueteis, camarotes, áreas vips de eventos, jantares, intervalos de reuniões, seminários.

OFICINA DE MÁGICAS

Apresento minhas oficinas, com o objetivo de despertar o interesse do público pela mágica, mostrando suas várias vertentes e possibilidades. Na oficina, ofereço curso da história da mágica, iniciação na arte da mágica e o ensino prático de mágicas, acompanhado de material didático (apostilas), com duração de quarenta e cinco minutos.

Meus parceiros

Alguns amigos clientes e clientes amigos para os quais tive o prazer de apresentar meus shows!

  • Coca-cola
  • Bradesco
  • Bradesco Seguros
  • Souza Cruz
  • Nextel
  • Funcef
  • Cameron
  • Petrobras
  • Transpetro
  • Previ
  • TIM
  • Grupo Algar
  • Sesc RJ - Festival de inverno
  • Volkswagen
  • Meridien Hotel
  • Bar Brasília e Feitiço Mineiro(DF)
  • Brasilcap
  • Banco do Brasil
  • Centro Cultural Banco do Brasil
  • Circuito Cultural Banco do Brasil
  • Brasil Veiculos
  • Cameron
  • Icatu
  • Ericsson
  • FQM Derma
  • Prezunic
  • TV Gazeta Sul (ES)
  • Dow Brasil
  • Loreal
  • Fecomércio
  • Seguradora Líder
  • Shell
  • Danone
  • Fundação Roberto Marinho


Agradeço as palavras destes amigos e parceiros!

O Gabriel é uma espécie de sobrinho. Um dia, não sei quando, o Gabriel passou a se interessar pelos mistérios da Mágica. E tanto se meteu nisso por conta própria que acabou se tornando, certamente, o mágico profissional mais jovem do Brasil. Aos onze anos já se apresentava ao público – imagine: como profissional! – e foi se aprimorando de tal maneira que já tem números que são da sua criação exclusiva. Se bobear, ele vai acabar levitando, de verdade.

Ziraldo

O Gabriel é fantástico, ele sabe se apresentar.

Jô Soares,
no Programa do Jô

O Gabriel é um talento a ser observado por todos. Primeiro, porque é, além de mágico, um bom e competente músico de MPB. Segundo, porque, como mágico, é um verdadeiro feiticeiro: encanta e cativa todo mundo pela simpatia, pela desenvoltura e, sem dúvida, pelas mágicas criativas que é capaz de fazer.

Ricardo Cravo Albin

O Gabriel é muito bom, ele faz mágicas nas ruas sem truque algum, somente com as mãos.

Otávio Mesquita

Tá aí, Gabriel e Modesto, esta dupla é muito bacana.

Adriane Galisteu,
no Programa É Show

Impressionante, Gabriel é um showman!

Luciana Gimenez,
no Programa Superpop

Tenho acompanhado a carreira do Gabriel e vejo que cada vez mais ele se destaca no panorama artístico brasileiro como um grande mágico e ator.

Siron Franco

Conheço o Biel desde muito pequeno, sempre falante e engraçado ele se encantou pela arte da mágica e hoje é sem dúvida o mágico mais talentoso que já assisti.

Lan

Assim é o Mágico Gabriel: Ele tira da cartola alegria para encantar todas as idades. Sua arte traz um pouco do céu mesmo que negro seja o dia... Faz sorrir, multiplica amizades e, incrível, pela magia, faz a gente acreditar até em Papai Noel!

Silvestre Gorgulho,
Secretário de cultura do DF

A apresentação do Mágico Gabriel faz a platéia acreditar que mágica é realidade. Incrível!

Ricardo Saad Affonso,
Diretor presidente da BradescoAutoRE

Conheci o Gabriel com apenas 15 anos e ele já era um talento. Sempre com alguma novidade e com muita simpatia e carisma, o Gabriel tem a habilidade de entreter e divertir os mais variados públicos, desde crianças até os mais altos executivos da empresa. A participação do Gabriel nas festas da Coca-Cola é uma garantia de sucesso.

Elda M.F.Dias Garcia,
Gerente de Relações Públicas Coca-Cola - Brazil Division

O mágico Gabriel nos faz refletir sobre a realidade dos fatos e a rapidez das mudanças nas organizações... quando pensamos que é, não é mais e assim ganhamos um importante aprendizado.

J. C. Cinelli,
Diretoria RJ/ES Claro

O poder da mágica está no mistério e o Gabriel sabe como ninguém usar o encanto do surpreendente. Ele já nasceu artista. Gabriel é mágico! Um dos melhores momentos da minha vida de escritora foi no dia em que Amanda (9 anos) lançou seu livro "Fantasias de criança" com a presença do Mágico Gabriel, na Bienal do Livro, no Riocentro. Foi mágico! O Gabriel é o maior mágico do Brasil, talvez do mundo!

Dalva Lazaroni

A ARPEF se sente agradecida pela participação do Gabriel em nossa festa de final de ano. A ARPEF o convidou sabendo como seria interessante um show de mágica para os surdos. Como mágico, ele utiliza de muita expressão facial, levando-os a participar da sua mágica. Foi um momento muito agradável, percebemos como eles estavam atentos e encantados.

Ana Maria Oliveira,
ARPEF - Associação de Reabilitação e Pesquisa Fonoaudiológica

O Gabriel reúne o talento de um mágico criativo com a energia de um artista que tem paixão pelo que faz. No evento do Grupo Algar ele demonstrou toda a sua competência e carisma em entreter e divertir nosso público.

Elizabeth Amaral,
Diretora Superintendente - Algar Universidade de Negócios

Algumas cidades e estados em que estive me apresentando:

  • Lisboa
  • Buenos Aires
  • Rio de janeiro, Miguel pereira, Araruama, Arraial do Cabo, Búzios, Valença, Barra do Piraí, Três Rios, Teresópolis, Nova Friburgo, Petrópolis, Itaperuna -(RJ)
  • Salvador, Porto Seguro e Barreiras (BA)
  • Brasília (DF)
  • Belo Horizonte, São Lourenço, Três Corações, Juiz de Fora, Ubá, Carangola (MG)
  • Goiânia (GO)
  • São Paulo, Campinas e Rio Claro (SP)
  • São Luiz (MA)
  • Fortaleza (CE)
  • Maceió (AL)
  • Recife (PE)
  • Belém (PA)
  • Manaus (AM)
  • Curitiba (PR)
  • Porto Alegre e Santa Maria(RS)
  • Natal (RN)
  • Florianópolis(SC)
  • Joinville (SC)
  • Vitória e Cachoeiro do Itapemirim (ES)

Onde estarei

Aqui temos a minha agenda. Não esqueça de também me acompanhar pelo Facebook, Twitter, Youtube e Linkedin.

Setembro.2014

11
Quinta

19h - Como é que pode?

Teatro Frei Caneca, Bela Vista - SP

18
Quinta

21h - Como é que pode?

Teatro Frei Caneca, Bela Vista - SP

19
Sexta

21h - Como é que pode?

Teatro Bom Jesus, Curitiba - PR

20
Sábado

21h - Como é que pode?

Teatro Bom Jesus, Curitiba - PR

25
Quinta

21h - Como é que pode?

Teatro Frei Caneca, Bela Vista - SP

Outubro.2014

2
Quinta

19h - Como é que pode?

Teatro Frei Caneca, Bela Vista - SP

9
Quinta

21h - Como é que pode?

Teatro Frei Caneca, Bela Vista - SP

16
Quinta

21h - Como é que pode?

Teatro Frei Caneca, Bela Vista - SP

23
Quinta

21h - Como é que pode?

Teatro Frei Caneca, Bela Vista - SP

25
Sábado

21h - Como é que pode?

Teatro Municipal Laércio Ventura, Nova Friburgo - RJ

26
Domingo

21h - Como é que pode?

Teatro Municipal Laércio Ventura, Nova Friburgo - RJ

30
Quinta

21h - Como é que pode?

Teatro Frei Caneca, Bela Vista - SP

Novembro.2014

6
Quinta

19h - Como é que pode?

Teatro Frei Caneca, Bela Vista - SP

13
Quinta

21h - Como é que pode?

Teatro Frei Caneca, Bela Vista - SP

20
Quinta

21h - Como é que pode?

Teatro Frei Caneca, Bela Vista - SP

27
Quinta

21h - Como é que pode?

Teatro Frei Caneca, Bela Vista - SP

Como é que pode?

Gabriel Louchard apresenta espetáculo super original que une stand up comedy, esquetes de humor, vídeos e números de mágica, sob direção de Leandro Hassum

Quem nunca disse “como é que pode?” em diversas situações com as quais nos deparamos todos os dias? Como é que pode o meu filho nascer japonês? Como é que pode este trânsito? Quero ver na copa... Um misto de surpresa, curiosidade e fascinação brota dessa expressão popular que serve de inspiração para o espetáculo de Gabriel Louchard, que está há 2 anos em cartaz no Teatro das Artes, com sucesso de público e crítica, já visto por mais de 70 mil espectadores.

O show mostra versatilidade de Gabriel, explorando as muitas facetas deste artista como ator, comediante e mágico. Durante o espetáculo, dirigido por Leandro Hassum e escrito em parceria com Mauricio Rizzo – roteirista de “A Grande Família” – Gabriel realiza esquetes brincando com as situações cômicas que mágicos enfrentam durante o trabalho em uma festa infantil, convoca a plateia para participar de truques e realiza números impressionantes de mágica, sempre aliados ao bom-humor de seu texto. Na abertura do show, ele mostra depoimentos de amigos como Patrícia Pillar, Bruno Gagliasso e Thiago Lacerda, que falam de forma cômica sobre “o maior artista do mundo”.

Um dos pontos altos do espetáculo é o número da guilhotina, que é bem real e ganha uma boa dose de improviso, pois é apresentado com um convidado da plateia. “A participação da plateia, ocorre de forma espontânea e natural, tornando o show muito mais quente e próximo do público”, explica Gabriel.

O encontro com Leandro Hassum

Minha história com o Gabriel começou quando ele foi assistir ao meu espetáculo Nós na Fita. No camarim ele fez algumas mágicas em close up para mim e para o Marcius Melhem. Sugerimos então ao Gabriel que ele fizesse uma participação na peça, mostrando à platéia o mesmo número que mostrou para nós no camarim. Ele topou na hora. E assim foi. No meio do show o chamamos, ele subiu e encantou a platéia não só pela mágica, mas também pelo seu carisma, talento, humor e, por que não dizer, sua beleza. A partir desse dia, virou e mexeu, o Gabriel aparecia na peça e fazia um truque novo. Assim, foi passando a fazer parte da turma.

Quando resolvi montar o Lente de Aumento, meu espetáculo solo, queria um show que contasse sempre com alguns convidados, com a participação do público e que tivesse sempre um número de abertura para aquecer a audiência antes da minha entrada. O primeiro nome que me veio foi justamente o do Gabriel. Além de ser um mágico moderno, ele é um ator muito talentoso e com excelente tempo cômico!

Foi muita petulância minha chamar o Gabriel para abrir meu show toda noite. Ele já tem uma carreira, faz inúmeros shows pelo Brasil há muito tempo. Mesmo com a agenda cheia, ele pintava lá no teatro sempre que possível para dar um toque especial ao Lente de Aumento. E foi num papo de coxia que nasceu a idéia de montar um stand-up dele, reunindo mágica e comédia. Ele adorou a proposta e perguntou se eu poderia dirigir. Achei que fosse ficar no papo furado de coxia. Mas o Gabriel é um cara muito ligado, correu atrás e hoje cá estou eu, diretor do espetáculo e falando do garoto que foi tirar uma onda no camarim comigo e agora tem seu próprio show. COMO É QUE PODE?

Leandro Hassum

Como é que pode?

DE 11 DE SETEMBRO A 27 DE NOVEMBRO DE 2014

Teatro Frei Caneca

Rua Frei Caneca, 569 - Shopping Frei Caneca, 7º Andar
São Paulo as 21h
Ingressos $60 (meia-entrada para estudantes e maiores de 65 anos)
Tel: 11 3472-2229 | 11 3472-2230
Lotação: 600 lugares
Classificação etária: 12 anos
Duração: 75 minutos

"HÁ 3 ANOS EM CARTAZ"

"MAIS DE 100 MIL ESPECTADORES"

"PRÊMIO FITA, MELHOR ESPETÁCULO DE COMÉDIA"

Patrocinio

Bradesco Seguros

Apoio

Metrô Rio

Ficha técnica

Autor Gabriel Louchard e Mauricio Rizzo | Direção Leandro Hassum | Mágico e ator Gabriel Louchard | Iluminação Wilson Reiz | Figurino Paulo Barbosa | Cenário Fernando Alexim | Assessoria de Imprensa Roberta Rangel | Trilha Sonora Marcelo H | Assistentes de palco Robson Junior, Daniel Chagas e Luiz Carlos Gomes | Produção Executiva Monique Franco e Gabriel Louchard | Direção de Produção Gustavo Rodrigues | Realização Procenium Produções Artísticas Ltda

Minhas fotos

 

Falam de mim

 

Fale comigo

Telefone
(21) 2569-7884
(21) 2569-4945

Email
gabriel@gabriellouchard.com.br